CNSB faz percurso Camiliano

voltar CNSB faz percurso Camiliano

Não há forma melhor de ler uma obra do que conhecer um pouco melhor quem a escreveu. E foi com este propósito que, no passado dia 7 de janeiro, os alunos do 11º ano fizeram uma viagem ao século XIX.

A aventura começou no Colégio com uma palestra sobre Camilo Castelo Branco, autor, entre outras obras, de “Amor de Perdição”, que integra o programa da disciplina de Português. Através da apresentação da sua biografia percebeu-se a vida atribulada que o caracterizou e que se reflete na sua obra. Órfão de mãe e de pai muito pequeno, Camilo Castelo Branco teve uma vida amorosa também ela muito sofrida e uma vida académica entregue à boémia, facto que explica o insucesso na Escola de Medicina do Porto em que ingressara. A sua vida foi, também, marcada pelo falecimento da sua esposa legítima e da filha do casal, bem como pela paixão por Ana Plácido, casada com um comerciante do Porto.

Foi justamente este amor, que desafiou os bons costumes da época, que levou os alunos a continuarem a sua visita cultural na Cadeia da Relação do Porto, onde ambos os protagonistas aguardaram presos pelo julgamento do crime de adultério e de onde saíram em liberdade por falta de provas, indo viver para S. Miguel de Seide, em Famalicão, casa- museu que tivemos a oportunidade de visitar, após uma pausa para o almoço no Centro Comercial Alameda.

Camilo foi um dos primeiros escritores portugueses a viver exclusivamente da escrita e, impossibilitado de ler e escrever por cegueira, suicidou-se com um tiro de pistola, numa cadeira ainda hoje exposta na casa onde viveu, em São Miguel de Seide. A sua obra maior, "Amor de Perdição", reúne todos os ingredientes de uma novela passional, reflete a vivência amorosa numa sociedade conservadora e a  instabilidade emocional do autor, que terminou em tragédia.

A viagem foi fantástica, embora, à semelhança da obra, tenha também ela terminado em tragédia para a Professora Maria Luísa Pinto, a quem desejamos rápidas melhoras da queda que sofreu!

 

Beatriz Mendonça, 11º 2

[2020-01-07]

Destaques

O Oceano faz-nos falta!
A dezanove de maio comemorou-se pela primeira vez o Dia Escola Azul e o CNSB, que integra a rede de Escolas Azuis, não podia deixar de participar nesta iniciativa.

Agradecimento aos profissionais de saúde
Carta aberta de uma aluna do CNSB

FantasLíngua XIII
É com muita alegria que, pelo décimo terceiro ano consecutivo, o Colégio de Nossa Senhora da Bonança, através do Departamento de Língua Materna, promove os dias didáticos da Língua Materna ? FantasLíngua XIII.

CNSB faz percurso Camiliano
Não há forma melhor de ler uma obra do que conhecer um pouco melhor quem a escreveu

Dia de Celebrar o Colégio!!!
Somos um colégio que prima pela excelência

Uma semana solidária no CNSB
( de 16 a 19 de dezembro)

Semana da Ciência & Tecnologia
Entre os dias 25 e 29 de novembro, o C. N. S. B. mostrou que continua a ser uma escola diferente, uma escola de pessoas com projetos para a vida, desta vez promovida pela Semana da Ciência & Tecnologia, a cargo do Departamento de Ciências Físicas e Naturais.

Dia de São Francisco
4 de outubro

Francisco Lufinha no CNSB
No dia 3 de outubro de 2019, a turma do 7.º ano A do Colégio de Nossa Senhora da Bonança, no âmbito dos Domínios de Autonomia Curricular, organizou uma atividade integrada no projeto ?A Arca de Nãoé?.

Dia Europeu das Línguas
O Dia Europeu das Línguas celebra-se, por toda a Europa, no dia 26 de setembro.